25 de novembro de 2020

Home » Porto Velho e Região » Defensoria Pública pede suspensão de decreto que flexibiliza abertura de comércio na Capital

Defensoria Pública pede suspensão de decreto que flexibiliza abertura de comércio na Capital

Defensoria Pública do Estado de Rondônia, em Porto Velho — Foto: Hosana Morais/Arquivo/G1

A Defensoria Pública do Estado de Rondônia (DPE-RO) entrou com ação civil pública solicitando a suspensão do decreto nº 16.629 publicado na quarta-feira (15) pela Prefeitura de Porto Velho. O decreto permite o funcionamento do comércio e dos prestadores de serviços a partir desta quinta-feira (16).

A defensoria argumenta que esse ato é “risco iminente” e pode provocar “disseminação do novo coronavírus em velocidade muito maior, comprometendo a saúde coletiva e a segurança epidemiológica de todos”.

E portanto solicita a imediata suspensão dos efeitos do decreto até que o município disponha de:

  • Kits para exames massificados de detecção do COVID-19,
  • Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para as equipes de atendimento à população (médicos, enfermeiros, bombeiros, policiais, dentre outros),
  • Quantidade de leitos e UTI’s suficiente para atender a população,
  • Estruturação e coordenação das redes de saúde municipal.

A DPE-RO acrescenta que a melhor e essencial medida para combater o avanço da pandemia é adotar e preservar as medidas de isolamento social, para não sobrecarregar o sistema de saúde.

“É fato público que o nosso Município, apesar dos grandes esforços, não possui leitos de UTI para atender sequer a demanda ordinária em razão de outras doenças […] se as medidas de restrição não forem respeitadas neste momento para que a rede pública possa, ao menos, ter chance de suportar a demanda dos atendimentos, o sistema de saúde certamente ficará sobrecarregado e, provavelmente, um número maior de óbitos ocorrerá”, consta no texto.

Casos em Rondônia

Rondônia confirmou mais quatro casos do novo coronavírus e total passou para 73 diagnósticos na região, de acordo com dados do boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) divulgado no início da noite desta quarta-feira (15). O estado ainda segue com duas mortes registradas por Covid-19.

No novo boletim da Sesau, as 73 confirmações estão divididas em:

  • 52 em Porto Velho;
  • 7 em Ariquemes;
  • 3 em Rolim de Moura;
  • 6 em Ouro Preto do Oeste;
  • 3 em Ji-Paraná,
  • 1 em Jaru e;
  • 1 em Vilhena.
Defensoria Pública pede suspensão de decreto que flexibiliza abertura de comércio na Capital Reviewed by on . [caption id="attachment_314429" align="aligncenter" width="640"] Defensoria Pública do Estado de Rondônia, em Porto Velho — Foto: Hosana Morais/Arquivo/G1[/capt [caption id="attachment_314429" align="aligncenter" width="640"] Defensoria Pública do Estado de Rondônia, em Porto Velho — Foto: Hosana Morais/Arquivo/G1[/capt Rating:
scroll to top